sábado, 29 de agosto de 2009

Eclampse Mental...

Foto: Lycia, dupla musical gótica, 1997.

OBS
(ceno).: Nada a declarar, apenas um olhar(bosta)...


...



Eis algumas composições minhas meio antigas, mas que têm a ver com o que tenho vivido nestes tempos.

Um Lugar Para Cada Coisa
,
SMITH (Eu), 10/02/2008.

Pertinente desilusões,
Pertinente saudades,
Pertinentes arrependimentos,
Pertinente alegrias.

Por mais que reclamo, cada coisa em seu lugar,
Por mais que desisto, cada coisa em seu lugar,
Por mais que desmereço, cada coisa em seu lugar,
Por mais que sinto, cada coisa em seu lugar.

Assim pensou-se em tudo: convulsões de estoques para sobrevivência, mas manadas de abastecimentos para a guerra.
E cada coisa está em seu lugar...
Assim pensei em tudo: ao invés da juventude brotando além dos poros, um ser ancião me sinto.
E cada coisa estava em seu lugar...
Assim pensou-se em tudo: tormentos para o dia a dia, mas paz e descanso nos veraneios.
E cada coisa está em seu lugar...
Assim pensei em tudo: ao invés da preocupação ter me acolhido na sedosa, tal encrostou em inícios de rugas.
E cada coisa estava em seu lugar...

É preciso pensar, agir e falar,
É preciso se expressar,
É preciso entrar na corrente,
É preciso estar bem.

Assim pensou-se e pensei.
E cada coisa estará em seu lugar...


Reflexos, Revelações e Interferências (nesta ordem)
,
SMITH (Eu), 09/11/2007.

O reflexo veio distoante,
Através de sons veio o reflexo.
Percebi um grito contido de uma interrogação ("!").

Isto é Guerra Desmentida,
Desmentida Guerra.

A revelação veio confusa,
Através de percepções veio a revelação.
Recebi um empurrão contido de uma exclamação ("?").

Isto é um "Foda-se!", "Está tudo como se procede...",
"Está tudo como se procede...", "Foda-se!".

Tempestivo por exatidão,
Obscuro por conseqüência,
Consternado por obrigação,
Feliz por sortes quaisquer...

Desmentindo todos os atos procedentes,
Mas está tudo dentro dos processos...
Guerra entre pensamentos conturbados.
(Foda-se novamente)

Dentro de um espaço azul,
Dentro de um espaço vermelho...
Não, espaço vermelho!
Pois o raio por lá é maior.
(Interferência da cor)



Módulos de Vivências Distintas
,
SMITH (Eu), 29/04/2008.

Sendo concebido de coragem para todos aqueles alheios
E assim, sendo concebido por todos os incapazes
De assumirem o meio real.

A plenitude é caracterizada por aqueles encubidos do bem-comum
E assim, vive-se o que é previsto.

Somos capazes e somos incapazes,
Saciando assim as contradições Vitais
E assim vivendo pelo assim.

Sendo detonado por você mesmo,
Sendo amostra de suas próprias ameaças,
Sendo glorificado por suas sentenças
Assumidas pela realidade.

A plenitude pertence a quaisquer centros,
A plenitude concentra sua força interior,
A plenitude é captada pelo interior humano.

Somos diferenciados pela mesma condição-comum,
Somos diferenciados pelo conceito,
Somos diferenciados pela simples ação de viver.



"Sim, minha força está na solidão.
Não tenho medo de chuvas tempestivas,

nem das grandes ventanias soltas,

pois eu também sou o escuro da noite." (Clarice Lispector)




POEMA DAS SETE FACES - Carlos Drumond de Andrade

Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

As casas espiam os homens
que correm atrás das mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas, pretas, amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.

Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo vasto mundo,
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.



KNIVES OUT - RADIOHEAD


Facas Na Mão

Quero que saiba
Ele não vai voltar
Olhe nos meus olhos
Ele não vai voltar

Então facas na mão
Caça ao rato
Não olhe para o chão
Enfie goela abaixo.

Se você fosse um cachorro
Eles teriam te afogado ao nascer
Olhe nos meus olhos
Só assim você vai saber que estou falando a verdade

Então facas na mão
Cozinhe-o
Exprema sua cabeça
Coloque-o na panela

Quero que saiba
Ele não vai voltar
Está congelado e estufado
Ainda assim não há razão pra desperdiçá-lo.

Então facas na mão
Caça ao rato
Exprema sua cabeça
Coloque-o na panela




Mente, mente, vasta mente.
Vida, Vida, vasta Vida.
Mundo, mundo, vasto mundo.
Eu, Eu, Ser tão pequeno...











O DIA ESTÁ NASCENDO,
E
MINHA VIDA PASSANDO...

6 comentários:

SMITH Blurry Oblivion disse...

Point: Persisto, nada a declarar, apenas um olhar... ??

...

Fred! disse...

Ola Senhora Smith! ahuuhuhuaaa!
Nada a dizer tambem. Um olhar diz tudo. Curti muito suas composiçoes, show de bola! E como o Gusma diz: demenciando cada vez mais tu hein! ahuuusss! Bom, bom, ja disse tudo, mais de uma hora! Nem quero ver a conta... heheheheee! Te manha! Lows, braços e bjos!

César, o gusmão se indo simbora disse...

Buenas, buenas!!
Exceps compos!!
O olhar diz o q precisamos saber... um olhar vale mais q mil palavras!!;)
É isso ae ferdao!! a smith é uma menina lokona pacass!! hehe...
Bju de leiti condi pra tu e inteh, nobre e nobre menina!! pacass!!

César, o gusmão gourmon disse...

huassssss!!
obs(ceno): serio mesmo smith?? ñ acredito nisso... resolva isso logo...(porra)
qro uma homenagem minha no aqui no teu blog!! hehe... ;)
too entao... hehe...

César, o gusmão gourmon de novo disse...

hah!! bju!! ;)

pirê^^ disse...

carakliz!!!!!!!! medo total agora mitêê^^!!!!!!!! um olhar tbm diz se vc é psicopata!!!!!!! cruzes cruzes cruzes!!!!!!!! amiga amiga!!!!!!! ahuhuhuhuuuuu!!!!! gostei do foda se mas esta td beim assim msm!!!!! bj!
OBS(CENO): ???????????? (foda se)