domingo, 3 de junho de 2007

O Útero Inicial...

Figura: Um lugar em pleno "Blurry Oblivion"...

O Ódio nos mata com o passar do tempo e este nos enterra. Incontáveis infelicidades, festejas pela tortura do fraterno! Pasmem por tal medíocre, que pode ser eu e qualquer um de nós... Somente Deus pode intervir nessa lamúria e tremenda ignorância. Deixo-me por aqui em oblivion.

Sigo dessa forma: Alguma de minhas composições e, logo após,
algum pensamento; poema; texto que admiro.
É isso.

O MURO - SMITH (EU), 31/03/2006.Sinto um cansaço cruel,
No qual sufoca-me.
Não sei, não entendo
As normas desse lugar obscuro...
(Consternação)

Mas tenho em mente um Muro
Onde separa a Ventania da Luz,
A Solidão da Felicidade,
O Temor da Paz.
(Indicação)

Será que a Sensatez é capaz de entender as Leis de nosso Ciclo?
(Exaustão)

Não sei, não entendo...
Só tenho em mente que aqui é o lugar da Perdição,
Das Cruzes e Decepções da Vida...(Atormentação)

É um Muro Finito...
Mas perco-me no trajeto deste.
(Percepção)

Não sei, não entendo as normas desse lugar obscuro.
Mas tenho em mente que aqui é o lugar da Perdição,
Das Cruzes e Decepções da Vida...
(Atormentação)

É um Muro Finito...
Mas perco-me, por completo, no trajeto deste...
(Percepção)

"Sim, minha força está na solidão.Não tenho medo de chuvas tempestivas,
nem das grandes ventanias soltas,
pois eu também sou o escuro da noite." (Clarice Lispector)

Um comentário:

Fabrício Almeida disse...

O útero inicial seria o quê? A alegria, correto?

Não concordo com a frase da Clarice... Ela é demais, excepcional, nada contra, mas veja bem: qual força a solidão pode trazer a um ser humano? Tristezas, lamentações, depressão.

Tenha força da fé em Deus, nosso senhor; tenha força na alegria; tenha força em dia melhores, tenha força no seu crescer a cada dia!

Esqueça a solidão! Todos nós temos momentos assim, é algo passageiro e não existe, teoricamente falando.

Espero que meus comentários tenham servido de entusiasmo para sua vida e minhas palavras tenham sido carinhosas e positivas para você

Me despeço aqui.

Abraço!